Mapa do site

Inicial | Informações > Eventos > 103º Encontro no CEMA - Mediunidade

103º Encontro no CEMA

Palestrante: Deuza Nogueira.

Tema: Mediunidade.

Domingo, 3 de julho de 2011.

Em qualquer lugar em que se encontrem duas ou três pessoas, reunidas em meu nome, eu ali estou, no meio delas.
Jesus (Mateus, 18:20)

Para estarmos reunidos em nome de Jesus não basta nos reunirmos fisicamente; é preciso que o façamos espiritualmente, pela comunhão de intenções e de pensamentos para o bem. Só então Jesus ou os espíritos puros que o representm estarão presentes à reunião. (...) Com a afirmativa que fez, Jesus quis demonstrar o efeito da união e da fraternidade.
Allan Kardec, O Evangelho Segundo o Espiritismo, cap. XXVIII, itens 4 e 5.

Na manhã do dia 3 de julho de 2011 o CEMA abriu o salão para receber Deuza Nogueira, expositora espírita e trabalhadora do Centro Espírita Léon Denis, para um Encontro sobre mediunidade.

Com sua maneira alegre, simples, didática e profunda de expor um tema que merece ser refletido, Deuza lembrou que os médiuns e frequentadores da casa espírita devem compreender as bases doutrinárias e evangelizadoras em que deve se assentar o trabalho em equipe, e serem também capazes de identificar as muitas diferenças entre trabalho em equipe, na ótica dos espíritos superiores, e trabalho em equipe na visão humana.

As palavras-chave para o bom andamento dos trabalhos de uma Casa Espírita são: EQUIPE - AFINIDADE - SIMPATIA - AGLUTINAR - AGREGAR - TAREFA - TRABALHO - TRABALHADORES - CASA ESPÍRITA.

Deuza citou a mensagem do Espírito Hermann, recebida pelo médium Mário Coelho, em 12 de junho de 2010 no CELD, que alerta aos médiuns:

"Se enxergarmos a Casa Espírita como seara de trabalho, estará o médium como o trabalhador do campo, que vem plantar em um terreno onde já existem frutos maduros para seu sustento e o sustento dos seus. Assim, à medida que vai plantando, ele vai colhendo, e o fruto do seu trabalho vai, também, sustentando os outros. A Casa Espírita, portanto, serve para que cresçamos todos juntos e a bênção do convívio estabelece regras gerais, favorece julgamentos e críticas capazes de mostrar erros que sozinho o médium não veria".

Para que o convívio seja harmonioso e traga bons resultados, os médiuns precisam estudar, conhecer e relembrar a expectativa da espiritualidade para a participação dos encarnados nos serviços do Cristo na Terra e no mundo espiritual, identificando os sentimentos e atitudes que devem estar presentes num trabalho em equipe.

Neste caso, as palavras-chave devem ser: ALEGRIA - FÉ - MUDANÇA - ESFORÇO - COMPREENSÃO - ACEITAÇÃO - TRANSFORMAÇÃO.

Após a apresentação, Deuza respondeu às perguntas dos participantes e concluiu o Encontro lembrando Jesus, que disse: - Meus discípulos serão conhecidos por muito se amarem.

Imagem anterior encontro_103_deuza_mediunidade_03072011.jpg Próxima imagem